terça-feira, 7 de julho de 2015

Tempo para amar

 Enquanto aguardo meus pequenos acordarem, vim correndo fazer uma postagem para o blog, que anda beeeeem esquecido...rsrsrs
 Mas tenho boas razões...trabalho voluntário, cuidar da casa, família, comunidade, trabalhar fora... ufaaa, só nas férias mesmo prá gente conseguir fazer uma postagenzinha...rsrsrs
  Bem, hoje o dia amanheceu bem frio e chuvoso, e como estou de férias, ah! estou adorando!!!
  Estou aproveitando prá dar uma geral aqui em casa, exercitar o desapego, doar algumas roupas, rezar muito pelas pessoas que necessitam e aproveitar para dormir até mais tarde...
  Quem tem condições, vai passar férias viajando, mas eu vou viajando aqui em casa mesmo... e ando bastante...dos quartos prá sala, da sala para a área de serviço... kkkkkkk e vamos que vamos!
  Mas ao contrário do que o leitor pode pensar, isso não é chato.
  Adoro curtir minha casinha, ler um livro, brincar com a bebê, ouvir meu filho tocando o violino... Nossa, e falando em violino, que orgulho estou do meu pequeno! Vai tocar no Conserto solidário em prol à Nossa Santa Casa de Jales! Que riqueza nossa Orquestra, e que orgulho estou do meu filho! Pode me chamar de mamãe "coruja" sou mesmo!
 Como eu dizia, minhas férias são assim. Cuidar da casa, dos filhos, do marido, e mesmo estando aqui enfrentando uma rinite alérgica das bravas, estou feliz!
 Depois de minha cura, aprendi que a felicidade é isso! É abraço, é amor, é o cuidar, é voluntariar. Não tenho todos os bens materiais que gostaria (e quem não gostaria não é mesmo? rsrsr), mas tenho o que falta em muita gente nos tempos modernos: tempo para amar.
 Assistindo esse blá blá blá que  viralizou as redes sociais sobre o comentário (infeliz, diga-se de passagem) do Zeca Camargo, depois o racismo com a Maria Júlia Coutinho (um grande desrespeito pela jornalista admirável que ela é), isso sem falar das críticas contra a parada gay... aff confesso que fiquei cansada...
Imagem: fb/frasesparafaceoficial
 O que poucos percebem é um fato bem interessante: os mesmos "dedos" que apontam para julgar quem disse aquilo, quem falou isso..., são os "dedos" que postam nas redes sociais que amam o próximo, que detestam intolerância, que não julgam...
  Não julgar... Ah! quem de nós não julga?
 Só de criticar um comentário, já estamos sendo julgadores.
 O que nosso mundo precisa (e urgente) é de mais gente amando! Amar o próximo, amar o trabalho, amar a família, amar a natureza... Quem ama cuida!
 Como bem disse Madre Tereza de Calcutá: "Quem julga não tem tempo para amar", e nosso tempo clama, implora, suplica por MAIS AMOR! Interessante que agora até me lembrei do nome da Comissão que faço parte da Casa Abrigo de Jales: "MAIS AMOR". Não poderia ter nome mais apropriado, concordam?
 É de mais amor que nosso mundo precisa, e para ter mais amor, precisa de gente que tenha "TEMPO PARA AMAR"... e tempo... ah! é o que todo mundo afirma menos ter... "Queria ir na sua casa, mas estou sem tempo"  "Queria ser voluntário... mas estou sem tempo".
  Meu pai tem uma frase sábia: "O TEMPO QUEM FAZ É A GENTE"
 Eu, por exemplo, se fosse ver, não teria tempo não.
 Trabalhar fora, cuidar de tantas coisas, mas no sábado dou meu "jeitinho" para estar com as crianças da casa, e confesso: saio de lá renovada, cheia de "mais amor".
 Então, nessa minha postagem, deixo uma mensagem: se não tem tempo, FAÇA seu tempo! Crie tempo para amar, para perdoar, para ajudar, para ajudar as pessoas. Garanto que sua vida nunca mais será a mesma...
 Gostaria de escrever mais... (quase não escrevo né? rsrs) mas uma pessoinha de 1 ano de 8 meses acabou de acordar e meu tempo será todo dela agora!
 Fique com Deus e até breve!

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Quer ser feliz em 2015? Viva simples!

Foto do pôr-do-sol tirada em Jales
 
 Puxa vida... já estamos às vésperas de 2015, e só hoje pude ver que fiz em 2014 apenas uma postagem...
 Os leitores do blog devem estar estranhando... mas acredito que devem compreender que ter uma bebezinha em casa consome bastante o tempo da gente não é? rsrsrs
 Mas quero finalizar o ano deixando aqui uma mensagem de fé, de alegria, esperança...
 Esse ano foi maravilhoso, muito trabalho, tanto em casa como lá na farmácia que trabalho, e muito trabalho voluntário também... Meu trabalho de formiguinha na AVCC (Associação de Voluntários no Combate ao Câncer) é bem simples, posso dizer que quase nada, mas sempre que posso faço minha parte... seja uma nova postagem, seja arrecadando itens para o Bazar, enfim, é um trabalho muito gratificante.
 Quando Deus me fez a promessa em 2012, eu nem imaginava que as bençãos que Ele promete vem também através do trabalho, principalmente o voluntário.
 Se a gente se dispõe a ajudar o próximo, pode ter a certeza que junto à correria vem as bençãos também. A gente aprende a ser mais humano,  menos egocêntrico, e começa a dar mais valor ainda ao que temos, mesmo que seja tudo muito simples.
 Pode haver benção maior do que acordar de manhã e saber que temos um trabalho (mesmo com um salário beemmmm pequeno, rsrsrs), mas que garante o sustento da família? Ter a alegria da saúde, dos bons amigos, da Fé? Ah! a Fé... Faço questão de escrevê-la com F maiúsculo, porque ela é nosso sustento... ela nos mantém de pé! É ela que me faz ver Deus nas nuvens lá no horizonte quando eu dou meu passeio diário de bicicleta no entardecer (ah! como eu gosto de sentir o vento no meu rosto quando ando de bike...amo!); ela que me faz vê-lo no pinguinho da chuva, no raio do sol, nas flores balançando nas árvores... ela que me faz olhar prá minha casa, mesmo sendo uma simples casinha da Cohab e dizer: "que linda! e é minha". Essa fé que me faz agradecer pela família que tenho, pelos dois presentes que Deus me deu, meus filhos, meus tesouros... Essa fé que me ajuda a conduzir o Coral "Cantando com Jesus", aqui da minha comunidade Nossa Senhora Aparecida... Ah! que alegria quando as levamos para cantar na missa da capela lá no Hospital de Câncer aqui de Jales... Comos elas gostaram... e os pacientes... quantos com lágrimas nos olhos ao vê-los cantando... Logo abaixo vou colocar algumas fotos das crianças do meu coral para vocês verem que benção...
  Vocês entendem sobre o que eu falo? Essa fé que eu gostaria de ver crepitando em todo coração. Inabalável! Quem a busca consegue sair de qualquer depressão, tristeza, estresse, ansiedade. A fé nos mantém de pé, eu repito!
 Bem, quero finalizar essa postagem deixando aos leitores a seguinte mensagem: Se você quer ser feliz em 2015 (bem, quem não quer não é?), mas veja bem,  quem quer REALMENTE SER FELIZ, então é simples: VIVA SIMPLES. Entenda bem que essa SIMPLICIDADE que eu me refiro não tem nada a ver com dinheiro. Você pode ser um milionário e viver simples. E se você for um milionário e me perguntar: "mas o que é VIVER SIMPLES". Bem, é muito simples: contemple o belo. Eu aprendi a contemplar depois de minha cura. Essa foto que coloquei nessa postagem, foi tirada quando eu fazia um passeio em família em abril de 2013, ainda grávida da minha princesinha... Quando eu tinha depressão e pânico, não suportava nem olhar para o por do sol... hoje, ele é minha inspiração, é meu momento com Deus... como sou grata!
 Quer outros exemplos de viver simples?  aprenda a ver a beleza nas coisas simples... aprecie a natureza, tire um tempinho do dia prá você fazer algo que goste: uma caminhada, um passeio de bike com a família, com amigos... e vá olhando ao seu redor os presentes que Deus nos deu... as árvores, as flores, o céu, os animais... E tenho milhões de outros exemplos: leia um livro... faça uma oração por alguém...ame o próximo! Faça um trabalho voluntário (isso é ótimo!), trabalhe em uma igreja, na sua comunidade... e se você verdadeiramente acreditar que isso é uma vida simples, terá descoberto o segredo da felicidade! Muitos a buscam, mas nos lugares errados, nas coisas erradas, daí... passarão o resto de vida sem nunca abraçá-la...
 Feliz 2015! Feliz vida simples!!!
No Hospital de câncer em Jales

Logo após a missa, com o padre Miro
 

domingo, 19 de janeiro de 2014

Lavínia: promessa de Deus para minha vida

À espera da princesa Lavínia
 

 Depois de tudo que passei em 2012, hoje posso dizer, sem qualquer dúvida, que minha filha é a concretização da promessa que Deus me fez ano passado, logo após um aborto espontâneo com cinco semanas de gestação.
 Quem já passou pela terrível experiência do aborto, sabe que não importa de quantas semanas a gente esteja grávida, a dor é enorme, mas nossa fé tem que ser muito, muito maior que essa dor.
 Ano passado eu questionei muito a Deus o "porque" de ter tido aquele micro aborto. Eu pensava assim: "Senhor, eu sou saudável, não consumo bebidas, nem faço extravagâncias... porque?"
 Mas qual foi minha surpresa quando, numa noite tranquila, enquanto eu fazia minhas orações, Deus me colocou uma promessa no coração, e foi muito forte mesmo: "TUDO QUE VOCÊ PERDEU, EU TE DAREI EM DOBRO NO PRÓXIMO ANO". Tomei posse daquela promessa no meu coração, e entre minha família eu testemunhei que não sabia o que seria, mas que Deus havia me feito uma promessa.
 Bem, 2013 começou, e junto com o nascer do ano, eu sentia no coração a certeza de que a promessa de Deus logo chegaria.
  Passado uns 15 dias de atraso menstrual, resolvi finalmente fazer o exame, e depois o US confirmou: EU ESTAVA GRÁVIDA! E não estava grávida sozinha... rsrsrs, minha irmã também estava! Nossa, fizemos as contas e nossas filhinhas nasceriam bem próximas... quanta alegria meu Deus!
  Bem, minha gravidez foi muito abençoada! Apesar dos meus 39 anos de idade, eu não tive problemas de pressão, cansaço, fadigas, nada...
 Quando eu estava de 5 meses, o US confirmou que seria uma menina, e confesso: CHOREI como nunca de tanta alegria... Aquela promessa de Deus se realizava ali diante de mim, e até dei esse testemunho para a médica que realizou o US, e ela ficou surpresa e perguntou qual era minha religião.

Lavínia com um dia de vida
 
  Nossa, eu via quanta "alegria em dobro"  Deus me concedia. Ser mãe agora de uma menininha também,  nossa, que benção!
  E falando em alegrias, minha sobrinha Ana Laura nasceu exatos 47 dias depois da Lavínia...
  Olhe a foto das duas que tiramos esses dias: isso é ou não é "ALEGRIA EM DOBRO"? Como não acreditar?


Ana Laura com a prima Lavínia.

  Bem, que esse meu  testemunho, possa, assim como os outros que já postei,  ajudar alguém que hoje esteja triste, deprimido, que até desistiu de acreditar na vida... Acredite: Deus nunca se esquece de você... Ele te ama!
 Deus é maravilhoso, e quem acredita,  experimenta suas promessas, que são fiéis, que não falham nunca!
 Obrigada meu Senhor e meu Deus, por sua fidelidade na minha vida e na vida de minha família... Obrigada pelos meus dois filhos, Lucas e Lavínia, que são a razão do meu viver. Obrigada pela minha sobrinha Ana Laura. TE amo Senhor, e nunca deixarei de testemunhar essa promessa Tua na minha vida!
 Fique com Deus e até breve!


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Jales... quantas coisas boas

Hoje estou feliz, muito feliz!
 O Lucas chegou em casa com a poesia que ele venceu o segundo lugar no 2º Concurso de Poesias da Casa do Poeta de Jales, escrita em papel timbrado da Prefeitura Municipal de Jales... Nossa, que orgulho!
 Quando ele chegou em casa dizendo que faria a poesia, eu o incentivei muito, porque ele disse que
"as pessoas só viam coisas ruins na nossa cidade, mas que ele via coisas boas também", que existem, mas poucos valorizam.
 Nós,  adultos, temos dificuldades para enxergar as "coisas boas da vida", mas as crianças não... Elas tem pureza, tem verdade, e enxergam felicidade onde nós enxergamos problemas! Para uma criança, um final de semana  chuvoso pode ser maravilhoso para se molhar e divertir, enquanto prá nós seria um problemão... final de semana perdido.
 Se existe uma coisa que jamais deveríamos perder quando crescemos é a ingenuidade, a leveza da vida, a alegria de ser criança... Quem sabe a poesia do Lucas não nos ajude um pouquinho, não é verdade?
 Ei-la aqui,  espero que gostem!
 Fique com Deus e até breve!

                                 Jales... quantas coisas boas

 Tem muita gente que fala
 Que Jales só tem problema
Imagem: site da prefeitura municipal de Jales
 
 Mas eu vou provar que não
 Através desse poema

 Jales tem gente honesta
 Povo trabalhador
 Gente que faz o bem
 Mesmo sem ter valor

 Tem hospital de câncer
 Tem lar dos velhinhos
 Escolas e creches
 Que cuidam de todos com todo carinho

 Viu só o que eu disse?
 Quero ver não concordar
 Jales tem coisas boas
 Basta a gente procurar